DIY é mais do que estimular o cérebro, é também uma forma de ser contra o sistema corporativo/industrial e também monetarista.
Podemos trocar experiências, conhecimentos e até mesmo o produto final.

Na construção a coisa é sem mimimi e momomo, o papo é rústico e reto! :oD

Sai da cidade grande em nome de um dia a dia mais salubre e para construir minha casa com uma boa oficina, e nela poder fazer minhas estrapizongas mais livremente, o resto é história...

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Construindo minha casa - Finalizando o básico / Parte 2 de 2

Agora tenho pouco a adicionar. Reboque.
Ué, como cheguei no pavimento superior? Ops, reboque e escada... e qualquer outra coisa que eu lembrar no caminho.

A escada ocupa uma área considerável da casa. Estando nos dois pavimentos, algo em torno de 10 m², portanto deve ter um algo a mais ao invés de ficar fechada entre paredes.

Antes de mais nada deve-se saber que existem normas para seu tamanho e confecção.


Em geral se usa algo em torno de E=17 cm e P=28 cm.
Pode-se fazer escadas de madeira, metal e alvenaria, sendo essa última podendo ser feita na obra ou apenas montada quando se compra uma pré-fabricada.

Particularmente gosto mais das escadas vazadas (sem espelho) exceto nos casos onde a escada for parte de algo específico na casa como estar ao lado de um bar, e seu interior ser usado como nicho pra copos e garrafas por exemplo.

Escadas caracol em geral são uma lástima para usar!

Optei pela de alvenaria pelo custo e porque queria uma escada de concreto aparente.
Me lasquei.
O pessoal do arquiteto que fez e não tinha grande conhecimento no assunto, resultado: concreto horrível e degraus que quebravam.

Escadas vazadas, sejam elas engastadas na parede ou com coluna central devem ser feitas com uma ferragem cuidadosa e bem executada se não racham mesmo.
Como além do concreto estar horrível e a ferragem ter sido mal feita (degraus flutuantes devem ser feitos com ferragem em gaiola e não simples - 3 ou 4 barras de ferro 3/8" em linha) optei por colocar mármore branco e depois revestir os degraus.

O mármore corrigi o problema estrutural dos degraus flutuantes com ferragem simples adicionando a resistência negativa que falta.

Minha escada depois que desenformou e descobrimos as cagadas.

Depois de colocado o mármore branco e revestida.
Em baixo dela tem um rebaixo para colocação de mármore branco rolado e um ponto de luz para iluminação por baixo.
Há um vidro grande no piso superior e um menor no piso inferior para que o jardim "entre na casa" (aqui na foto ainda era só mato e entulho - rs).

Pensei em fazer iluminação nos degraus, mas a coisa ia complicar e não achei material correto para tal.
Um ponto de luz em cada degrau demandaria uma rede de conduítes internos, caixas e uma "tampa" ou uma pequena luminária de embutir com vidro temperado. Não achei nada próprio para isso mas confesso que olhei muito pouco.

Optei pelo trivial: iluminação na parte superior (laje do piso superior) e um ponto de luz em baixo dela para que possa se usar uma iluminação indireta de baixo para cima.

Se todos os degraus forem encostados numa parede pode-se optar por pontos ao lado de cada degrau, nesse caso não existe necessidades especiais já que não se pisará nas luminárias.

Ah! Degraus flutuantes dão uma certa insegurança para os mais idosos. Dependendo da sua idade, quanto tempo pretende ficar na casa e se mora com pessoas mais velhas, considere a questão como prioridade sobre a estética.

Revestindo a bagaça.

Quem usou alvenaria estrutural terá economia, rapidez e versatilidade nessa hora e como a passagem de tubulações é obrigatoriamente interna e feita durante o assentamento dos blocos, teoricamente tudo deve estar em perfeito estado.
Para este tipo de construção pode-se usar os blocos aparentes apenas impermeabilizando ou pintando os mesmos, ou revesti-los facilmente com gesso ou massa corrida.

Quem usou alvenaria convencional como eu deve fazer um check-list de tudo para evitar rasgar as paredes depois, o que poderá causar problemas no acabamento: 
  • todos os pontos de água e luz estão presentes e nas alturas corretas?
  • rede de sinais (rede local, telefone, TV, etc) está ok?
  • tubulação de gás (cobre) está ok?
  • todas essas tubulações estão desimpedidas e desobstruídas?
  • registros nas posições corretas e instalados corretamente? (registros de pressão tem posição específica de entrada e saída!)
  • contramarcos (esquadrias de alumínio) e batentes ok?
  • pontos de luz externos (jardim, corredores, garagens, expansões futuras, etc) colocados?

Estando tudo ok executa-se o revestimento.
Por dentro, se as paredes foram muito bem feitas, uma pequena camada de gesso elimina a necessidade de chapisco, reboque e massa corrida.
Em caso de se optar (ou for obrigado) pelo reboque (o chapisco antes será obrigatório se não for usado argamassas industriais) aviso que um bom pedreiro o faz com areia peneirada e capricho, dispensando massa fina e/ou massa corrida.

Se forem porcos como o pessoal do meu arquiteto todas as etapas devem ser executadas.


Nas paredes externas ao menos 50 cm deve ser feito com argamassa impermeável.

Lembre-se que uma casa não é só um lugar que será entupido de bibelôs. Ela terá um cotidiano, áreas externas, expansões, etc. Isso sem dúvida é mais importante.

3 comentários:

  1. Ótimas dicas ... em nossas obras pegamos no pé do pessoal pra caprichar nas paredes pois costumamos rebocar somente por fora e nas areas molhadas o restante somente gesso e realmente a alvenaria estrutural economiza um tempão com hidraulica e elétrica .Logo chegaremos na parte da escada e estou decidindo com a proprietaria sobre como sera a iluminação dela,acho lindo iluminação em todos degraus mas é chatinho de fazer...
    Bjs
    Até logo
    casadolaguna.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Nossa se eu tivesse lido este post antes...Desabafo: minha casa esta pronta e acabada. Exigi prumada própria para a água da cisterna, mas a arte rara dos encanadores misturaram tudo e tenho água de reuso na torneira da cozinha e água da rua no jardim.

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde!

    Alguem tem o projeto estrutural de uma escada vazada e com viga no meio?

    Informando como fazer as ferragens.

    Obrigado

    ResponderExcluir